sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Palhaços levam alegria à crianças hospitalizadas




Projeto Enfermalhaço, do Sesc, foi lançado ontem na pediatria do Hospital da Providência: visitas especiais



Publicado em: 15/01/2009 00:00
Maria Estela Zanchin


As crianças internadas no Hospital da Providência Materno Infantil, em Apucarana, receberam ontem um grupo de visitantes que lhes proporcionou momentos de alegria e sorriso estampado do rosto apesar dos problemas de saúde que estão enfrentando. Vestidos de palhaço e acompanhados de um violão, três funcionárias do Serviço Social do Comércio (Sesc) e um voluntário cantaram músicas infantis, contaram histórias e promoveram brincadeiras com pequenos hospitalizados.
Inspirada nos princípios do "Doutores Sorriso", uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos que realiza cerca de 75 mil visitas por ano a crianças internadas em hospitais de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Belo Horizonte, a iniciativa faz parte do projeto Enfermalhaço do SESC. "A proposta é voltarmos a visitar as crianças hospitalizadas em várias datas ligadas a saúde. Hoje por exemplo é o Dia do Enfermo", explica Edelise Gabardo, umas das funcionárias do SESC vestida de palhaça para animar as crianças.
A aprovação da iniciativa estava estampada no sorriso de cada criança, mas são as mães que conseguem manifestar em palavras o benefício que sentiram no emocional dos seus filhos. "Minha filha estava triste e essas pessoas deixaram ela mais animada. Foi muito bom", avalia Márcia Batista, mãe da pequena Isabela Caroline Campos, de 4 anos.
Além do violão e livros de histórias, os "palhaços" alegraram as crianças com um fantoche. Um detalhe que pelo menos para pequena Isabela fez a grande diferença. "Fiquei muito feliz quando o boneco me abraçou", declarou. A coordenação do projeto Enfermalhaço justifica a sua realização amparada na comprovação de que o bem estar psicológico e mental é imprescindível para uma recuperação menos dolorosa e mais rápida. "Anime-se, nós torcemos por você", é a mensagem da lembrancinha deixada pelo grupo a cada criança.






Pessoal, este projeto foi maravilhoso, o brilho nos olhares das crianças era impagável, poder levar alegria à quem apenas chora, de dor... é algo sem explicação .

Bjs a todos!

Edelise