sexta-feira, 24 de julho de 2009

Comemorações


"Parabéns, muitas felicidades, muitos anos de vida... que Deus te abençoe e que você conquiste todos seus sonhos (...)"


Um certo ‘bordão’ às comemorações que fazemos no decorrer de nossa vida.
E se mudarmos algumas poucas palavras, podemos utilizar a mesma frase para felicitarmos alguém que acaba de se casar, ou um filho de alguém que acaba de nascer... sendo assim vamos analisar a questão da relatividade das coisas.

Bom, comemoramos o dia das mães, dos pais, dos amigos, dos namorados, dos professores...e assim vai! Hoje em dia comemoramos muitos dias.
Muito bom haver um dia especial para comemorações tão especiais... redundante não é?
Mas na verdade, nem tanto!
Esses dias estava prestes a comemorar uma data importante para mim e uma pessoa muito especial disse: " (...)Que nem o dia das mães, sempre falo pra minha mãe que eu a amo todos os dias, então não me importo muito com esse dia."
Fiquei pensando nisso e com base nestas afirmações eu digo: Não é que isso faz mesmo sentido!
Amamos mais nossa mãe, naquele único dia do ano, que nada mais é que um clichê?
Será que o amor pelo meu pai vai aumentar tanto assim no dia dos pais?
Acredito que todos os dias sejam dia das mães e dos pais, afinal nos deram vida e devemos lembrar sempre disso!
E os aniversários então?
No dia do seu aniversário, milhões de pessoas também fazem aniversários!
Onde está sua exclusividade?
Cadê um dia só para nós?
Não temos!
Tudo não passa de clichês que a sociedade impôs para que houvesse um aumento significativo nas vendas! Só isso!
Chato não é? Também achei!
Sendo assim, ao meu blog neste um ano, só desejo ter inspiração para escrever sempre, mais e melhor!

(ELG)