domingo, 5 de julho de 2009

Quando o espetáculo acaba


Fecham-se as cortinas! Fim de espetáculo!
O artista se despede, com dor no coração e desejo de continuidade.
Fim de mais um ciclo...será que a próxima apresentação será idêntica a esta que acabamos de assistir? Será que os detalhes e imprevistos acontecerão novamente? Será tudo previsível?
Não...
Quem perde um espetáculo, jamais o verá na íntegra novamente! Mesmo que este se repita várias e várias vezes.
Assim é nossa vida, cada momento perdido e cada fato deixado de lado, só nos faz ter certeza que nada jamais será igual. As fases que passamos, faz com que nos adaptemos aos novos fatos e conquistas, é assim em relação a tudo, sempre!
Quando discutimos com alguém, por exemplo, as palavras que saem da nossa boca atingirão diretamente a pessoa, nós podemos até esquecer o que falamos, mas quem ouviu jamais esquecerá!
"Quem bate, esquece...quem apanha, não esquece!"
Assim é a vida, cheia de adaptações o tempo todo e cheia de surpresas...mas que bom que é assim, pelo menos temos a certeza que nada será como era antes, os beijos não serão mais os mesmos, o amor não será mais o mesmo, as vontades não existirão, as necessidades serão outras e as prioridades também.

Meu ontem foi maravilhoso, mas tenho certeza que meu amanhã será ainda melhor!
Com novas adaptações e muitas certezas, mas a certeza que realmente me move é que eu realmente sei amar!

:)

la patience est la principale raison pour laquelle nous avons*

Edelise Gabardo