terça-feira, 6 de julho de 2010

Vícios de linguagem

Os erros de português mais comuns

Da Página 3 Pedagogia & Comunicação
Vícios de linguagem é o nome que se dá ao modo de falar ou escrever que não está de acordo com a norma culta. O "erro" torna-se "vício" quando se torna comum ou freqüente na expressão de uma ou mais pessoas. (link: http://educacao.uol.com.br/portugues/ult1706u46.jhtm)

A tabela a seguir resume os principais casos.

Vícios de Linguagem
Barbarismo Todo erro que se relaciona à forma da palavra. cacoépia: seje, em vez de seja.
cacografia: rúbrica, em vez de rubrica.
estrangeirismo: exame antidoping.
Arcaísmo Emprego de palavras que caíram desuso. Mui fremosa senhorita.

Anfibologia ou ambigüidade

A mensagem apresenta mais de um sentido devido à má disposição das palavras na frase. O garoto viu o roubo do carro. (O garoto estava no carro e viu o roubo ou viu o carro ser roubado?)
Cacófato Palavra inconveniente, ridícula ou obscena resultante da união das sílabas de palavras vizinhas. A boca dela era horrível.
Solecismo Erro de sintaxe.

Concordância: Fazem muitos anos. (Nesse caso fazer é impessoal.)

Regência: Esse é a música que ele mais gosta. (Essa é a música de que ele mais gosta.)
Colocação: Me faça um favor... (Faça-me um favor...)
Pleonasmo Repetição de palavras inúteis, pois nada acrescentam ao que já foi dito. Subiu para cima. Entrou para dentro.
Eco É a rima em prosa, sem intenção estilística. Infelizmente, essa ideia me veio à mente somente de repente.