quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Leandro e Leonardo x frangos de estimação

Há muitos e muitos anos, em um lugar tão tão tão tãooooo distante, numa vila com nome de rei, moravam em uma chácara uma bela família, no caso, a minha família! Papis criava porquinhos, franguinhos, plantava café, milho, tínhamos também um amplo pomar, com as mais variadas frutas. Como em todas as datas especiais, comemorávamos com uma mesa farta e muita sodinha e tubaína, afinal só nos feriados podíamos tomar refrigerante, pratica constante apenas para os ricos, na época.

Crescemos conhecendo vários animais, brincando na terra, pulando a cerca do viznho para "pegar"emprestado alguns abacates, brincando de guerrinha de cocô de vaca, o que era muito potente quando pegava entre as costelas, perto do rim, como doía depois, mas era bem interessante, era uma pratica esportiva na realidade: arremesso de cocô de vaca!
Quem disse que no sítio não tem esse tipo de coisa? Tem sim, acho até que deveria haver as "Olimpíadas dos caipiras", imagina a diversidade esportiva!
Como a convivência com os animais era normal para nós, costumávamos dar nome aos bichos mais queridos, o bode se chamava Mimo, os cachorros variavam entre Bob, Balú, Baliza, Abule, Scoob e assim foi, os gatos então, quanta criatividade, variava entre Mimi e Juninho, quando um sumia ou ia pro céu dos gatos, o seu nome era perpetuado, como forma de lembrança eterna.
Assim, minha irmã adotou dois lindos frangos brancos e colocou seus nomes : Leandro e Leonardo! Sim, sim, baseado em sua admiração pela dupla, que iniciava seus maiores sucessos na época, há muitoooo tempoooo mesmoooo!
Todos os dias, lá ia a jovem moça, dar bom dia aos frangos: Bom dia Leandro! Bom dia Leonardo!
Todos sabemos que quando chamamos algum animal por um nome é sinal que há amor pelo tal, certo?
Ok!
Data comemorativa se aproximando, eba eba eba dia de muita tubaína, sodinha e frango assado com farofa! Especialidade da minha mãe!
Todos nós estávamos ansiosos pelo almoço, fomos brincar, para que o tempo passasse mais depressa e pudéssemos provar as delícias daquela data.
A família toda em volta da mesa, uma falando mais alto que o outro, um querendo a coxa do frango, o outro querendo o peito e o outro a asa, coisa de família grande!
Enfim, comemos e bebemos, no fim do almoço, minha querida irmã resolveu ir visitar seus galos de estimação, ela foi cantando, sorrindo e de barriguinha cheia!
Chama o Leandro, procura o Leonardo, olha de um lado, olha de outro e não encontra nenhum, neste momento começa a grita pela mãe: "Mãeeeeeeeeeeee roubaram o Leandro e o Leonardoooooo, ou eles fugirammmm!"
Depois destas breves palavras, minha mãe, pálida, olha pra minha irmã e olha pra mesa!
Olhar fatal!
Tínhamos devorado o Leandro e o Leonardo!

Era o início da realidade cruel, onde toda criança precisa entender que, ou sua mãe não tem amor pelos seus bichos de estimação, ou que os frangos tem um gostinho bom, ou ainda que usar nome de dupla sertaneja em bichos que você ama dá azar!

Baseado em fatos verídicos!


Bjos da Deli

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O seu pai já te salvou de uma vaca? O meu já! ;)



Quando eu tinha nove anos, morava em Guarantã do Norte, no Mato Grosso, bem pertinho do Pará, na verdade.
E não havia estrada, mas sim chão de terra, melhor AREIA.
Parecia uma grande praia sem mar.
Atrás da rua onde eu morava havia um aeroporto e atrás do aeroporto moravam vários índios, daqueles que usam prato na boca, andam sem camisa por aí com o corpo coberto de tinta e seus meios de transporte não são os barcos, já que não há grandes rios, mas sim as mais atuais caminhonetes que o nosso dinheiro ainda não pode comprar.
E o mais interessante, era que nada destas coisas me assustava, pelo contrário eu adorava ficar olhando fixamente, tentando entender como colocavam os pratos na boca(hoje eu sei) .Foi aí que eu descobri uma super vontade em trabalhar com índios, ensinar a ler e a escrever. Ainda não realizei esta vontade, mas tudo tem sua hora.
Enfim, sem perder o foco, continuo...
Numa das muitas tardes de calor intenso, meu pai, minha melhor amiga Gislene e eu, fomos visitar um tio que morava em um sítio, com águas límpidas e muita argila, para fazermos toda escultura que quiséssemos, era tão legal, a argila secava na pele a andávamos feito robôs.
Naquele dia, meu pai ficou conversando com meu tio e minha amiga e eu descemos até o rio, passamos por uma "quiçaça" que era maior que nós duas e entramos no riacho, me lembro até hoje da sensação da água fresquinha e do cheiro de cocô de vaca!
Estávamos lá brincando, rindo...gritando, quando de repente vimos pegadas de vacas ou bois na beira do rio, levantamos devagar, sem falar nada, olhamos pra trás e avistamos uma vaca gigante olhando fixamente pra nós duas e mugindo, veio pro nosso lado. Neste momento começamos a gritar: "Paiiiiiii, socorroooooooooo!" e a minha amiga gritava também: "Paiiiiiii, salva a gente, tem um monstrooooo aquiiiii", até ela chamava o MEU pai de pai.
Do nada vimos a "quiçaça" se mover rapidamente, e avistamos a careca do papai, correndo desesperadamente, e do nada a carequinha desapareceu, e de novo surgiu em meio ao mato, ele tinha caído, levantou e saiu pulando, parecia que pisava em brasas, de tão alto que pulava.
Pra finalizar ele se enroscou na cerca, rasgou a calça e em seguida "nos salvou"da terrível fera que babava.
Quando ele viu que se tratava de uma vaca, boi ou sei lá o que, eu não fiquei vendo estes detalhes, ele quis nos bater, queria nos afogar no rio, ficou morrendo de raiva pelo escândalo que fizemos.
Mas no fundo ele entendeu o medo que estávamos sentindo.

O mais engraçado era vê-lo correndo, caindo, levantando, se enroscando! Ele parecia o super homem nordestino, careca e com metade da cueca pra fora, já que tinha deixado um pedaço da calça na cerca!

Meu pai sempre vai ser meu herói.Desastrado, mas herói!

Seu pai já te salvou de uma vaca?
O meu já! ;)


Bjos da Deli



segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Coisas do Geraldinho - Meu diário:


Geraldinho é um quase adolescente, que vive suas neuras, tem seus medos, sua timidez e se acha diferente de todos os garotos de sua idade. Hoje, ele resolveu escrever em seu diário,
tudo que vier à cabeça, vamos tentar ajudá-lo? Todas as postagens de Geraldinho serão neste link: http://ateliedasletras.blogspot.com/2010/09/diario-de-um-adolescente.html, dia após dia!

Primeiro dia - 27 de setembro de 2010

Meu Deus! Mais um dia chegou ao fim e o mais interessante é que eu estou percebendo como o tempo passa rápido, afinal já tenho longos 12 anos. Não tem mesmo jeito, eu não devo ser normal! Agora estou aqui, escrevendo o que estou pensando e sentindo, mas eu sei que ninguém vai ler e ninguém vai me tirar das furadas que eu entro sozinho.
Hoje estou com medo, minha mãe tem me forçado a praticar esportes no colégio, mas eu sei que não levo jeito pra coisa, pelo contrário eu levo jeito pro banco de reserva.
Vou passar vergonha, eu pareço uma orca correndo!
Na verdade eu nem sei correr, acho que nunca me ensinaram. Meus braços quase acertam minha cabeça e o suor fica escorrendo no meu rosto, é nojento!
Eu gosto mesmo é de números, palavras, música e não esportes. Só se eu puder fazer algum esporte intelectualmente.
Como vou sair desta?
Pra quem posso pedir ajuda?
Espero que a noite dure muitooooo tempo!
E que eu não sonhe com corrida, patinação, vôlei, futebol! Nada dessas coisas que exigem força física!
Preciso sair dessa!
p.s. eu até pareço o menino aí de cima, que só pensa em comida!
Geraldinho
Segundo dia - 28 de setembro de 2010
Pôxa, que saco!
O professor de educação física me fez participar da aula de futebol hoje e o pior de tudo não é chutar a bola, é ter que ficar correndo.. correndo.. correndo e correndo em volta da quadra e depois disso ter duas aulas de matemática, eu lá quase não conseguindo respirar, suando como se eu estivesse numa sauna, morrendo de sede e tendo que ouvir comentários tipo: "KKKKK Geraldinho gordinho" ..."Ô Geraldinhoooooo desculpa ter te chutado, pensei que você fosse a bola hahahahahahahah!!!"
Agora me responde, eu não deveria estar impedindo este tipo de situação?
Afinal, eu já deixei bem claro que não sou adepto aos esportes, não gosto de ficar transpirando, não acho legal as pessoas da minha idade ficarem tão preocupados com o corpo e esquecem da cabeça, 12 anos é idade de brincar ainda, fazer tarefa depois do almoço, ver sessão da tarde, assistir ao Chris, entrar na net, essas coisas. Eu sei que eu sou maduro pra minha idade, que escrevo melhor que meus amigos, eu precisava ter alguma qualidade, né?
E as meninas? NOSSAAAAA... vi esses dias a Carolzinha sorrindo toda alegre e assanhada pra um menino mais velho, será que ela não pode esperar mais uns anos pra começar este tipo de coisa? Precisa ser justo agora, com 12 anos? Ela nem tem peito ainda! Acho até que eu tenho mais que ela!
Não sei como, mas eu acho que ela vai se arrepender depois.
Vou almoçar agora! Até depois.
Geraldinho

Terceiro dia - 29 de setembro de 2010

Acredita que eu levei uma advertência hoje?
Ninguém merece... e sabe o motivo?
Furei a bola de vôlei! Eu disse que não gosto de praticar esportes, quando será que irão entender? Agora só porque furei a bola, levei uma advertência! E se um dia eu quiser trabalhar no FBI, como fica? Eu tenho ficha suja, tô me sentindo um político, daqueles que tiraram das campanhas. Tô indignado com tudo isso, de verdade! Eu só furei a bola, que mal tem nisso?
Eu fiz as tarefas de biologia, os textos de redação, todas as potenciações em matemática e só por um pequeno deslize, sujam minha ficha escolar! O pior é que eu nem contei pra minha mãe ainda, meu pai nem vai dizer nada, mas a minha mãeeeeee!!!
Ela vai começar com um pequeno sermão e blá blá blá ... depois vai me colocar de castigo, justo agora que estou na fase 5 do guitar hero, bem capaz mesmo! Vou demorar um século pra zerar o jogo. E piorrrr, agora que lembrei: A festa do Beto, vai ser aniversário dele e a mãe dele vai levar todo mundo pra comer pizza no rodízio, eu adoroooo comerrr pizza!!!
E agora? Como explicar minha situação para minha mãe?
Não quero apanhar! E nem perder a festa do Beto, esperei tantooooo!!!

Geraldinho

Terceiro dia - parte II
Pois é, não apanhei não!
Mas a festa do Beto já era, só porque eu poderia comer o tanto de pizza que eu aguentasse! Acho a vida tão cruel pra quem é praticamente um adolescente, acho mesmo! Tô aqui no quarto me entupindo de chocolate nescau e iogurte de morango e tudo porque estou estressado, chateado e tentando achar uma solução para minha vida! Eu sou um ótimo filho, ótimo aluno, ótimo amigo, pra ser bem sincero, eu sou ótimo em tudo que eu faço, tudo mesmo! Até meu espirro é perfeito, nunca escapa nenhuma gota de cuspe, meu pum é silencioso e meu cabelo fica arrepiado só usando gel! Tudo perfeito, né? Nã nã ni nã nãoooooooo... nada perfeito! E sabe o motivo? Eu tenho que praticar esportes, eu tenho que treinar futebol, vôlei, eu tenho que correr, suar, ficar fedendo durante cinco aulas e com sede. A minha vida é bem cruel! E além de tudo, minha mãe tá enchendo aqui, disse que eu tenho que comer menos, ou então vou ficar parecendo a Moby, Moby Dick...conhece? Aquela baleia...da história...do Pinóquiooooo...sabe né? Aquela lá...
Se eu não tô preocupado, deixa acontecer ué!
Vou ver o Chris...
Geraldinho

Quarto dia - 30 de setembro de 2010
Hoje eu nem queria passar por aqui, estou bem chateado com tudo, com a escola, com a minha mãe, os meus "amigos"então, nem se fala! Ao invés deles ficarem ao meu lado quando os outros zombam da minha cara, agora entraram na onda e começaram com as brincadeiras "super"engraçadas.
Pra essas pessoas, pode parecer só uma brincadeira, mas pra mim não é, será que eles não percebem que me machucam com certos comentários, será que eles pensam que é fácil ser eu todos os dias?
Eu sou gordo sim! Eu sei disso, só não preciso que todo mundo fique me lembrando dessas coisas. Sabe por que eu não gosto de treinar nenhum esporte?
Porque as pessoas ficam tirando sarro de mim, só por isso! Eu até podia estar participando das coisas, mas não tem jeito... sou humilhado pelos meus colegas de escola e ninguém percebe que dói demais!
Ahhh eu vi que tem um post de um menino chamado Estevão, obrigado pela sugestão! Mas eu já fiz isso, já conversei com a coordenação de onde estudo e com a direção também, mas parece que ninguém deu importância, pois não fizeram nada. Eu fui pra casa chorando e mesmo assim o garoto que me maltratou saiu, sorrindo! Sem nenhum castigo!
Hoje estou bem triste e que bom que já é quinta-feira, não quero mais ir pro colégio! =(
Geraldinho


Quinto dia - parte I - 04 de outubro de 2010
Na verdade, hoje se resume em quinto, sexto e sétimo dia, já que não escrevi nada fim de semana, mas não escrevi porque fiquei sem net, por causa da bola que eu furei. Contei pra minha mãe que agora eu tenho um diário, que preciso colocar aqui as coisas que sinto, mas ela não deu muita importância ao desligar o moden e esconder tudo. Então, sexta-feira foi aquele caos, escola do mesmo jeito, pessoas que deveriam trabalhar em programas de humor de tão engraçados que são. Não fiz nada a tarde toda, fiquei na net, jogando luxor, as cores viciam. Peguei no sono cedo, tava chovendo pra muito aqui, bom pra ficar na cama mesmo. No sábado acordei cedo, vi TV, almocei e fui pra catequese, depois vim pra casa, não pude mexer na net e nem jogar nada, porque o castigo era bem no fim de semana. Fiz umas tarefas e fiquei desenhando, depois fui ensaiar violão, a tarde vi Transformers 2, tomei meu banho, fiquei no meu quarto e fui dormir.
No domingo acordei cedinho, todo mundo em casa estava indo votar fui com meu pai e depois com minha mãe, dai falamos sobre o Tiririca e meu pai tentou me fazer rir das propostas dele, eu nem entendo nada sobre política, mas parece ser algo engraçado, onde podemos fazer o que quisermos e nunca seremos punidos, achei legal! Na escola que fomos pro meu pai votar, tinha um monte de gente e todo mundo falando ao mesmo tempo e sobre as mesmas coisas, maior confusão! Viemos pra casa almoçar e depois fomos dar uma volta, eu até pensei em conversar com meu pai, sobre o que está acontecendo na escola e tal, mas ele nunca me deixa falar, ficou lá me contando de quando tinha minha idade, que era campeão no judô, que ganhava medalha, essas coisas. A única medalha que eu trouxe pra casa foi uma de xadrez, mas parece que nem tem muito valor, foi mais um dia onde não consegui falar nada que eu penso, me sinto sem amigos, tão sozinho, parece que ninguém quer ter amizade comigo, chegar aqui em casa, conversar, fazer tarefa junto. E hoje? Nossa... vou almoçar e depois eu volto pra contar como foi minha brilhante manhã.
Geraldinho


Sexto dia - 05 de Outubro
Olá pessoal que acompanha o que eu escrevo, quero agradecer pelas dicas e dizer que estou feliz em saber que tem um monte de gente me dando sugestões. Eu fico perdido com certas coisas, é tanta informação, tanta cobrança, sem contar nas tarefas malucas que eu tenho sempre que fazer. A minha professora de redação é pirada e manda muito texto, mas ela diz que eu tô escrevendo bem graças aos textos que ela me obriga a reescrever. Vai ver ela tá certa, né? Pensando em tudo que os meus amigos virtuais disseram, eu resolvi conversar com meu pai sim, tenho certeza que ele vai me ajudar. Mas eu preciso me preparar antes, entende? Não sei como chegar nele, como começar a falar. É complicado! Só quem passa por essas coisas sabe o quanto é triste. Mas estou bem feliz, por meus amigos novos, de verdade mesmo!
Obrigado pelo apoio, todos os que passam por aqui estão sendo importantíssimos nas minhas decisões! Viram o Chris hoje? Meu blog deveria chamar : Todo mundo odeia o Geraldinho! hahaha
Vou nessa, tenho tarefa de biologia pra fazer!
Geraldinho

07 de outubro de 2010
Cá estou, sem sono e preocupado.
Nada de provas na escola não, minhas notas estão ótimaaaassss!! O problema mesmo é que descobri que teremos uma viagem com a escola e vamos pra praia, que péssimo!! Odiei!! Você deve estar se perguntando o motivo de odiar, certo? Eu respondo, na boa mesmo... vc é alto? vc é magro? vc é bonito? seu cabelo é?
Se vc respondeu sim pra essas perguntas aí, parabéns ÔÔÔÔÔ TOP MODEL, muito bom mesmo senhor músculos, a minha resposta pras perguntas é NÃOOOOOO, eu até sou bonitinho, mas magro e alto, me quebra as pernas, "zulivreee", mas tá eu tenho umas semanas pra tomar uma providência, vou fazer academia. Quero ver alguém tirar sarro de mim, quando eu usar minha super sunga fluorescente verde-limão. Me aguardem! Se o Faustão conseguiu emagrecer, quer dizer que nada é impossível!

Geraldinho


12 de outubro de 2010

Dia das crianças, e estou me perguntando: Porque n ganhei presentes? já seiiii... nem sou criança mais!!! rsrs engraçado q tbm n sou adulto rs e nem adolescente!
Viram que mais uma vez, eu me lasquei né? Acho que existe uma conspiração contra mim, onde eu nunca ganho nada, onde nada dá certo...ou pelo menos demora pra acontecer! Hj foi um dia super legal, comi muito doce, o dia todo na verdade... tinha uns parentes em casa, primos magros, primas supostamente bonitas, gente nada a ver comigo, sabe? Até fiquei pensando que posso ser filho adotivo, afinal sou o único estranho da família, porém o mais inteligente! Inteligência é uma coisa boa, né? Eu acho!
Daí eu lembrei de uma coisa muito boa, n tenho aula durante a semana. Que felicidade!! Uhullllll... Semana do saco cheio, e sabe por que tem esse nome? Porque estamos de saco cheio dos "amigos", professores, escolaaaa...uniforme, modinha colorida, tem um povo na minha sala que mais parece um bando de Tiririca Jr ou então teletubies, lembra dele né? Bem desse jeito mesmo!
Tô vendo agora na TV, aquele mineiros que estão sendo resgatados, que loucura né? Meses sem banho, imagina o CC! E que dó da família, eu sou uma pessoa preocupada, sabe? Gosto de ver jornal! Acho bem interessante algumas coisas (outras n).
Vou pra cama, estou caindoooo de sonooo!!! Boa noite!

Geraldinho


13 de outubro de 2010

Hoje é meu primeiro dia na academia, daqui a pouco saio de casa e vou pra lá! Espero que seja bem legal, minha mãe vai comigo. É lá no centro, como nem tenho aula a semana toda eeu vou cortar o cabelo, comprar umas coisas novas, tô bem ansioso! Será que eu vou gostar? Ahhh quero agradecer aos amigos e amigas que mandar post pra mim, o Vini, Ade (que nome diferente, eu gostei), a Aninha, o Estevão...tô me sentindo bem, ao saber que vcs me consideram um amigo e querem me ajudar! Querem saber como foi meu dia na academia? vou lá e volto pra contar, ok? Prometo! Abraço aeeee...

volteiiii...

fui pra academia e foi péssimo, só tem gente saudável lá, gente magra...
definitivamente, aquele não é meu lugar!
será que tem outra atividade que eu posso fazer? acho que vou ver uma aula de karatê, pode ser que funcione!
Geraldinho



21 de outubro

Eu
sei que não tenho escrito com tanta frequência, mas tenho péssimas notícias, além de ter engordado dois quilos, fiquei de recuperação em biologia, isso não poderia ter acontecido...
logo eu, que só estudo... não faço nada além disso... estudo, durmo, como...estudo...como, como... e assim vai! Resultado dos dois quilos a mais, a academia nem rolou... muita gente estranha lá, nem curti não...mas faz parte, tô aqui nem louco estudando, é coisa demais pra minha cabeça. Minha mãe disse que se eu não recuperar a nota, não vou pra casa da minha avó fim do ano, capaz mesmo! A única vez no ano que saio dessa cidade, é fim do ano, onde minha vó mora, pelo menos tem um monte de coisa pra fazer, ela mora num sítio, bem massa lá... tem altas coisas pra fazer!!!
Mas é isso...vou estudar mais um pouco, senão tô lascado!

Abraços

25/outubro

Por que segunda-feira chama segunda-feira? Bom...deixa pra lá!!! Que manhã cansativa hoje, tanta coisa nova na escola. Sem contar que estou cansado daqueles "colegas"de sala... eu sou um cara que não mexe com a vida de ngm, sempre fico na minha, faço as tarefas e nem converson com ngm. Gosto de prestar atenção na aula!No recreio hj, tive um pequeno acidente, caí! perto da cantina, e o pior de tudo é que quando caí, estava segurando um refri numa mão e meu lanche na outra, daí o esperto do Ronaldo começou a gritar: "Olha lá hahahahahah o Geraldinho é tão gordo que nem caindo deixa a comida escapar hahaha"... Imaginem minha cara, já estava morrendo de vergonha e depois desta ...ixiiii!!!! Vieram uns professores me ajudar e conversar comigo, gosto de falar com eles, porque passaram umas coisas parecidas quando tinham a minha idade e disseram também que vão me ajudar. Esta semana mesmo vamos começar umas atividades extras, umas coisas novas! vai ser bem legal, tirando a parte do tombo o resto foi interessante, senti que posso contar com meus professores, são meus amigos agora! Doidinhos, mas são gente boa! Flwwww galerinha!!!

26 de outubro de 2010

Acho o mês de outubro bem complicado, cheio de coisas, sem contar na pressão psicológica com o papo de exame, faltas...essas coisas! Será que ngm no colégio se coloca no lugar do aluno? Pôxa, não pensamos como os adultos, nossa cabeça tem outros objetivos, nos cansamos mais fácil e ngm leva isso em conta! Afff...Nossa rotina é diferente, tipo eu, eu estudo pacas! Chego em casa, faço tarefa um tempão, vejo o Cris e depois vou na net um pouco, leio uns livros que minha profa pediu e tals, sorte que ela tem bom gosto... mas tem tarde que eu fico o tempo todo no colégio, tem monitoria lá... daí estudo demaissss... e estudar cansa!!!
Sei lá, só acho que podiam pegar mais leve!
Relaxa gente o ano tá quase no fim. PRECISO DE FÉRIASSSS!!!
Abração pra galera que acompanha aqui!!!


05/novembro/2010

Nossa... dancei!
Descobri que posso reprovar na matéria de educação física, mas fala sériooo, só se for no quesito GORDURA. Que trauma! Que aflição.
Estou aqui, em cima de livros e livros, estudando como nunca, já que quero ter boas notas para fechar o ano com chave de ouro e recebo uma notícia destas, certeza que o meu professor nem vai com a minha cara! Só pode!
Fico pensando como será o exame de ed. física!
Do nada vou brotar fôlego e correr uma maratona, o melhor de tudo é que estarei sozinho, só o professor me vendo e ele pelo menos, não ri da minha cara e barriga!
Mas eu sei que vai dar tudo certo sim, estou focando minha energia na música e nas pinturas. Minha ARTE!
Volto depois!
Abraçoss

9/novembro

Aconteceu uma coisa bem chata hj no colégio, mas não foi comigo, foi com uma colega.
A gente tem a mesma idade e o mesmo perfil, o nome dela é Renata e ela é muito linda. Tem olhos verdes e cabelo bem escuro, muito linda. Vi uns garotos mexerem com ela no corredor, chamando ela de "balofa", ela abaixou a cabeça e vi lágrimas escorrem pelo seu rosto, isso me cortou o coração, e aqueles garotos rindo, empurrando um ao outro, como se tivessem feito a melhor piada do mundo todo, mas o pior é que teve umas pessoas que riram também, mas riram do que? Do sofrimento de uma pessoa, de uma humilhação? Ela chorou na frente de todos no colégio e nem mesmo as "amigas"dela ficaram ao seu lado, parece que quando viram a Renata chorar, saíram de perto dela.
Pôxa, quando esse tipo de coisa irá mudar?
Pensei em falar com ela, porque eu, por sorte estou aprendendo a lidar com diversas situações e tenho ignorado a galerinha do "mal", será que ela não vai ficar mal de eu for falar com ela? Hummm... vou add ela no MSN!!! ISSOOOO!!!
E vou ajudá-la, vou ser seu mais novo amigo!
Flw galera que acompanha aqui...
p.s. não me conformo com a recuperação em educação física

20/11/2010


Cada dia que passa ficou surpreendido com as postagens que recebo aqui, quero agradecer aos colegas que me incentivaram sempre e que buscaram soluções para eu ser bem mais feliz e me aceitar.
Hoje posso dizer que sou um garoto sem tantas nóias, sem tantos problemas, porque finalmente estou entendendo quem sou e o motivo de ser assim, fora dos tais padrões que a sociedade coloca em nossa cabeça, bem que tentam.
Beleza, inteligência, é tudo pessoal e relativo, se somos povos diferentes, com raças diferentes, como podemos estabelecer certos padrões? Fala sério...
Tô indo tomar sorvete...
Light! ;)

24/novembro 
fim de ano=cansaço=professores estressados=mãe cobrando resultados absurdos=AMIGO SECRETO

ah o tal "amigo secreto", quem teve a brilhante ideia?
Eu nunca participo, mas as meninas da sala colocaram meu nome e fui "obrigado"a participar  e tirei a pessoa mais legal da sala (com tom irônico).
O cara mais nada a ver, ele não estuda, não faz nada na sala, bate boca com professores e ainda por cima passa a tarde toda na academia, ele não parece ter 12 anos como as outras pessoas da nossa sala, é estranho isso, porque ele usa o tamanho dele pra amedontrar os demais.
Não sei o que comprar, ele não gosta de nada.
E  o que ele gosta, é bem mais caro do que os R$15,00 que estipulamos.
Eu e meus pensamentos aqui, parece que essas coisas só acontecem comigo, não é verdade?

25/novembro

Hoje eu tenho que estudar pra prova de matemática, não aguento mais ver tanta coisa, sorte que as férias estão chegando e vou ter bastante tempo pra descansar, amanhã temos ocnfraternização no colégio, preciso levar um bolo. Queria mesmo é levar o refrigerante, bolo não é tão legal.
É que nós meninos somos práticos  demais, compramos um refri, comemos o que as meninas levam e saímos sem limpar nada!
=D 
mais tarde eu volto!

DEZEMBRO/2010
Fala galera...
fériasssss...logo eu voltoooo
aproveitemmmmmmm

uhulll



domingo, 26 de setembro de 2010

Reflexão sobre a Educação




Chuva e mais chuva!
Há alguns dias, tenho refletido sobre muitas coisas ao mesmo tempo: comportamento humano, respeito, carência, instrução familiar, falta de amor!
Sabe o que é pior?
Não chegar em uma solução palpável!
Eu trabalho há algum tempo como professora, e eu acredito que esta profissão deveria ser a mais reconhecida em todo o mundo, de verdade!
O professor, atua por amor, paixão pelo que faz, ele se dedica, prepara aula, estuda anos, anos e anos, se aperfeiçoa, fica horas em filas de leilão de aulas para conseguir uma vaga numa escola pública, ele acorda de madrugada quase todos os dias, dorme tarde, reserva a maior parte de seu tempo para sua profissão, para estar preparado para os seus alunos.
Na semana passada, atuei como PSS (quem é da área sabe), em alguns colégios da cidade e fiquei assustada com uma realidade que eu não conhecia muito bem: alunos extremamente carentes, com fome, respondões, sem interesse e o pior de tudo: sem limites!
Alguns deles, dizem com a maior naturalidade do mundo: "Professora, meu pai matou um homem e tá preso!"ou então: "Professora, minha mãe tem nove namorados!"
Não estou generalizando a situação, só pontuando o que me fez pensar.
E me fez pensar muito...
Infelizmente os pais, acreditam que hoje, a tarefa do professor é educar seus filhos, e passa toda a responsabilidade para nós e ao mesmo tempo, tiram esta responsabilidade! Confuso, não?
Não sou mãe de nenhum deles, sou a professora! A pessoa que está ali para ensiná-los, para encaminhá-los para uma outra vida, bem diferente da que estão vivendo, uma vida com mais qualidade, com menos violência, com mais responsabilidade e amor.
Eu ensino por amor!
Todas as manhãs antes de ir pro trabalho eu agradeço a Deus por mais um dia e pela minha profissão, por ter me abençoado com um dom tão divino, o dom de ensinar!
E na verdade, nenhum professor, simplesmente ensina, ele cria situações onde o seu aluno busca novas soluções e aprende sozinho!
Eu sonho com dias melhores, com escolas com boa estrutura, material didático adequado, professores preparados e com vontade de trabalhar, não alguns que estão lá, sabe Deus por qual motivo.
Tem muita gente que não vê o professor como fator fundamental no crescimento humano de cada um e o criticam, xingam, humilham, não respeitam, perseguem.
Mas é aquilo:
Se você leu tudo que eu escrevi até agora, PARABÉNS!
E agradeça ao seu professor ,afinal de contas, foi ele quem te ensinou a ler e a escrever!

Bom domingo chuvoso para todos!
Bjos da Deli

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Olá!
Precisa de correção ou formatação, para o seu TCC ou seu artigo de conclusão de curso?
Entre em contato pelo e-mail: professoraedelise@gmail.com

Quando n temos o que escrever, o melhor é colocar uma foto.
Bjo

sábado, 18 de setembro de 2010

Não há nada melhor do que encostar a cabeça no travesseiro e ter a consciência tranquila e o sentimento de dever cumprido.
Saber que sua parte foi feita, que você fez o melhor e deu certo.
Tudo isso é bommmm demaissssss!!!

Bom findi!!!
Bjoo

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Sobre a Vírgula

Muito legal a campanha dos 100 anos da ABI (Associação Brasileira de Imprensa)

Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere..

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode criar heróis..
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

A vírgula pode condenar ou salvar.
Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!

Uma vírgula muda tudo.
ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.



Detalhes Adicionais:

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.


* Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER...
* Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM...

domingo, 12 de setembro de 2010

Tudo tem uma consequência!

Já viu aquela frase "Falem bem ou falem mal, mas falem de mim."?
Já?
Pois é, eu não concordo, embora seja um bom ibope.
Ultimamente tem vindo até meus ouvidos, umas conversinhas que têm me deixado com a pulga atrás da orelha, não porque me atingiram, mas sim, porque fico pensando o motivo de ter surgido certas coisas.
Afinal de contas, o foco de tudo isso, vem de futuras professoras, pessoas que futuramente educarão meus filhos, sobrinhos e confesso que estou assustada com isto. Como uma pessoa que sente prazer em caluniar outras, terá postura de ser exemplo de algo? Ainda mais professoras!
Meu Deus!
Sou uma pessoa que lê muito, estuda muito, me dedico no que faço e me preocupo com a educação brasileira e como me preocupo, ainda mais com esse tipo de situação.
Então só gostaria de deixar registrado aqui, que cada um cuide de sua vida e pense muito antes de dizer algo sobre alguma pessoa, não pela imagem que esta pessoa tenta preservar, mas sim porque pessoas estão ao seu redor e quem "queima" a cara é você, pois você acaba de fechar as portas pra muitas oportunidades futuras, afinal de contas, eu mesma, sei que não te daria um emprego futuramente e se precisar de alguma indicação, sinto muito, não terá!
Ahhh e muito cuidado com os processos por calúnia e difamação, a partir do momento que você diz algo de alguém, é bom que você tenha provas, do contrário, teremos que providenciar uma retratação pública!

Ahhhhh... e se por acaso não souber nada sobre o assunto, aqui tem link que irá ampliar seus conhecimentos: http://www.advogado.adv.br/artigos/2000/barroso/caldifaminjuria.htm

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Quando saber tomar as rédeas de uma determinada situação, sem que a mesma, tome conta de você antes?
Saber quando começar, quando parar... até mesmo o modo de fazer isto acontecer.
É fácil ouvir de várias pessoas: "Tome conta de sua vida!", mas o tomar conta da nossa vida é relativo, como é tomar conta?
Como assim?
O que é tomar conta de algo de verdade?
É cuidar?
Ok!
Cuidar!
Cuidar cada um de sua vida e sempre buscar o melhor, e assim segurar com muita força as diversas situações e mais (supostamente) complicadas.
O tomar conta, cuidar... é mais simples do que pensamos!
É só sentir, deixar acontecer, agir naturalmente e ser feliz!
Por mais que a felicidade também seja relativa, já que tem muita gente que nem sabe o que é isto, pois ééééééé... tem muita gente que nunca sentiu o que é felicidade e fica lá, buscando, buscando...buscando e NUNCA encontra, afinal nem sabe o que tanto procura.
Eu tenho a impressão que sei o que buscar desde o dia que me senti feliz de verdade e nada mais busco do que aquela mesma sensação, mesmo que eu tenha (quase) certeza, que toda sensação é única!
O que vale mesmo, é a intenção!
Enquanto buscamos, temos uma meta!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Na verdade eu gostaria de escrever sobre as flores, as cores ou os amores.
Mas tudo parece se tornar tão insignificante perto da fraqueza do ser humano.
Hoje, os amores não possuem mais as cores e nem mesmo as flores, o valor pelo valor!
É engraçado o quanto nossa ignorância nos faz cegos, surdos e burros, por não valorizarmos algo que está sobre nossos pés. Sim... sim: SOBRE!
Não NOS valorizamos, NÓS estamos SOBRE nossos pés e não damos conta do nosso real valor, como cobrar um novo amor? Uma benção, um sorriso, se o mais importante ainda não aconteceu?
Não aprendemos a nos valorizar pelo que somos, opaaaaa...
O que somos mesmo?

Você? Eu não sei, mas eu... o espaço é pequeno pra dizer o que eu SOU e o que ainda serei.
Mas algo afirmo com toda certeza, eu sou bem melhor do que já fui!

sábado, 4 de setembro de 2010

Monalisa

Monalisa

Jorge Vercilo

Composição: Jorge Vercilo

Monalisa

É incrível
Nada desvia o destino
Hoje tudo faz sentido
E ainda há tanto a aprender
E a vida tão generosa comigo
Veio de amigo a amigo
Me apresentar a você

Paralisa com seu olhar
Monalisa
Seu quase rir ilumina
Tudo ao redor minha vida
Ai de mim, me conduza
Junto a você ou me usa
Pro seu prazer, me fascina
Deusa com ar de menina

Não se prenda
A sentimentos antigos
Tudo que se foi vivido
Me preparou pra você
Não se ofenda
Com meus amores de antes
Todos tornaram-se ponte
Pra que eu chegasse a você

Paralisa com seu olhar
Monalisa
Seu quase rir ilumina
Tudo ao redor, minha vida
Ai de mim, me conduza
Junto a você ou me usa
Pro seu prazer, me fascina
Deusa com ar de menina

Paralisa com seu olhar
Monalisa
E ao quase rir ilumina
Tudo ao redor, minha vida
Ai de mim, me conduza
Junto a você ou me usa
Pro seu prazer, me fascina
Deusa com ar de menina

Me fascina
Deusa com ar de menina

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Hábitos que prejudicam o cérebro

Publicado por: Helsinky

Galera segue algumas dicas importantes para manter os nossos neurônios vivos e em perfeitas condições. Conheçam alguns hábitos que possam prejeudicar o cérebro de todos nós se não mantermos hábitos de vida saudáveis.

1. Não tomar o café da manhã
A pessoa que não toma o pequeno-almoço tem baixo nível de açúcar no sangue. Isto gera uma quantidade insuficiente de nutrientes ao cérebro causando a sua degeneração paulatinamente.

2. Comer demais
Isto causa o endurecimento das artérias do cérebro, causando também baixa capacidade mental.

3. Fumar
Causa a diminuição do tamanho cerebral e promove também a doença de Alzheimer.

4. Consumir altas quantidades de açúcar
O alto consumo de açúcar interrompe a absorção de proteínas e outros nutrientes causando má nutrição e pode interferir no desenvolvimento do cérebro.

5. Contaminação do ar
O cérebro é o maior consumidor de oxigênio do corpo. Inalar ar contaminado diminui a sua oxigenação provocando uma diminuição da eficiência cerebral.

6. Dormir pouco
O dormir permite ao cérebro descansar. A falta de sono por períodos prolongados acelera a perda de células do cérebro.

7. Dormir com a cabeça coberta
Dormir com a cabeça coberta aumenta a concentração de dióxido de carbono e diminui o oxigênio causando efeitos adversos ao nosso cérebro.

8. Fazer o cérebro trabalhar quando estamos doentes
Trabalhar e estudar quando estás doente, além da dificuldade do cérebro para responder nesse estado, prejudica-o.

9. Falta de estimulação
Pensar é a melhor maneira de estimular o nosso cérebro e não fazê-lo provoca que o cérebro diminua o seu tamanho e portanto a sua capacidade.

10. Pratica a conversação inteligente
Conversas profundas ou intelectuais promovem a eficiência cerebral


fonte: http://www.cachorrolouco.net/page/2

"Não me falta homem, o que me falta é amor." E com esta frase, Marilyn Monroe, uma das mulheres mais desejadas no mundo todo, aquela que supostamente tinha tudo e na verdade não tinha, absolutamente, nada, define sua vida!

Sem amor não somos ninguém, não somos nada, por mais que possamos ter tudo aquilo que é busca de todos os demais. O que falta para sua felicidade total? Pense sobre, afinal nunca é tarde para rever seus conceitos!