terça-feira, 12 de abril de 2011

Sejamos todos iguais, afinal é o que manda o sistema!

Tem noites tão longas, distantes, intensas...
Parece que o sono insiste em não aparecer e cada minuto acordada te faz refletir sobre assuntos que não são bons para o horário, porque afinal geram dúvidas e nem sempre as incertezas te ajudam, ou nunca te ajudam!
Talvez reclamar do dia, das pessoas, das atitudes, tenha se tornado rotina para os meros mortais donos de si, seria a solução de todos os problemas encontrar um culpado e sentenciá-lo?
Seria simples jogar a culpa de todo terrorismo psicológico e chacotas nas costas de qualquer outra pessoa, na verdade seria delicioso!
O poder de mudar o mundo, que estava em minhas mãos, hoje talvez, não se faça necessário, quem sabe hoje as reais prioridades sejam diferentes mesmo e tenhamos que aceitar as coisas como são.
Acho melancólico pensar assim, porém se for necessário ser como todos para ser normal e aceito por um bando de hipócritas medianos, sejamos então todos FARINHA DO MESMO SACO!