terça-feira, 18 de outubro de 2011

Ver pelos olhos dos outros

Reprodução Google Imagens
Dia desses pensei sobre a vida daqueles que não veem. Será que todos os outros sentidos são mesmo aguçados?
Para aqueles que perderam a visão, enquanto adultos, o que será que viram como última imagem?
Se eu perdesse a visão, associaria rostos aos sabores.
Rostos sorrindo, doces sabores.
Será que eu decifraria vultos e os identificaria? Será que eu reconheceria quem tanto amo só pelo toque ou fragrância?
Não sei!
Não tenho resposta para nenhuma questão, só sei que enquanto eu puder ver, não enxergarei pelos olhos dos outros.

2 comentários:

  1. Minha amiga, essa sua postagem parece simples, mas na verdade é complexa. O escritor José Saramago dizia que muitos são os que veem, mas poucos os que enxergam. Para contar essa tese ele até escrever o livro Ensaio sobre a cegueira, que depois virou filme. E é exatamente isso que vocês escreveu na postagem, o ver pelos olhos dos outros. Os meios de comunicação fazem isso com a gente o tempo todo, e é mais cômodo que nos deixemos levar pela opinião alheia. Gostei da postagem. Meus parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Aquela obra é de arte, não?
    Incrível!
    Obrigada!

    ResponderExcluir

Obrigada por acessar o Blog Ateliê das Letras!
Um grande abraço!
Edelise Gabardo