terça-feira, 28 de julho de 2015

Fies abre inscrições para vagas do segundo semestre de 2015 na próxima segunda-feira (3)

Período vai até o dia 6 de agosto

O prazo de inscrições para concorrer às 61,5 mil vagas do segundo semestre do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2015 começará na próxima segunda-feira (3) e se estende até o dia 6 de agosto. O edital e as orientações para cadastro de estudantes interessados foram publicados hoje (27) no Diário Oficial da União.
Os requerimentos serão feitos exclusivamente pela plataforma do Sistema de Seleção do Fies. A nova ferramenta irá ao ar a partir do dia 3 do próximo mês. Os resultados e a lista de espera com classificação e nomes dos candidatos que não foram convocados em primeira chamada serão divulgados no dia 10 de agosto. Os selecionados deverão confirmar a inscrição no sistema e firmar os contratos entre os dias 13 e 22 de agosto.

Inscrições
Podem se inscrever no processo seletivo do Fies aqueles que não tenham concluído curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2010, com nota mínima de 450 pontos e nota na redação que não seja zero. É necessário comprovar renda familiar mensal bruta per capita de até 2,5 salários mínimos.
Independentemente de terem participado d
o Enem, podem concorrer ao financiamento os estudantes que concluíram o ensino médio antes de 2010 e os professores integrantes do quadro de pessoal permanente da rede pública de ensino, em efetivo exercício do magistério da educação básica, desde que se inscrevam em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Eles serão classificados de acordo com o perfil socioeconômico.

Mudanças
Neste ano Fies teve algumas alterações em seu regulamento. A principal delas, e que entra em vigor hoje, é o aumento dos juros nas mensalidades dos novos contratos firmados a partir do segundo semestre de 2015. O valor, estabelecido pelo Ministério da Educação, foi de 3,4% para 6,5%. Outra mudança foi no prazo para pagamento da dívida, fixado em três vezes o tempo de duração do curso. O limite de renda familiar bruta também foi reestabelecido de 20 salários mínimos para 2,5.
De acordo com as novas normas do Fies, divulgadas no início de julho, cursos avaliados com notas 5 e 4 poderão oferecer maior número de vagas com financiamento. Além disso, a prioridade de oferta de oportunidades está concentrada nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste (excluindo-se o Distrito Federal), e em cursos destinados às áreas de Saúde, Engenharia e formação de professores.

Fonte: guia do estudante