domingo, 24 de abril de 2016

A Introdução na Redação do ENEM

Olá pessoal, tudo bem com vocês?
Nada melhor do que passarmos o domingo estudando, certo? Afinal significa que a dedicação de cada um trará o troféu almejado! Vamos à luta!

Quero separar em 3 partes o texto dissertativo-argumentativo, o vilão do ENEM e explicar parte por parte para vocês, e óbvio, pretendo começar pelo início (Ahhh vá!!!) e a primeira parte é a INTRODUÇÃO!

  • Qual a definição de INTRODUÇÃO?

Segundo o site Dicionário Informal, INTRODUÇÃO significa: 1.conhecimento que antecede ou apresenta um conteúdo; 2.ato ou efeito de introduzir; pequeno trecho que se antepõe a um trecho musical; parte inicial de um livro, localizado após o prefácio; 3.é a parte inicial de um trabalho, ou seja, o cabeçalho.

Desta forma percebe-se que este início  é extremamente importante para seu entendimento e sem ele seu texto fica sem “amarração”, ou seja, sem sentido.
Quando vamos produzir nossa Redação, logo na introdução ocorre a apresentação de um assunto e de uma *tese que será defendida sobre esse assunto.

  • Mas o que é TESE?

É quando você firma sua ideia e expõe seu pensamento em forma de convencimento, é a ideia central! É o ponto de vista definido acerca do tema proposto.
É fazer com que o leitor se interesse pelo seu texto, afinal de contas se o leitor não se interessar, ele simplesmente irá suspender a leitura ali mesmo.
E para quem irá corrigir sua redação do ENEM, ler textos interessantes comandará toda a correção.
Vale lembrar que ela deverá ser sustentada ao longo do texto, através de uma argumentação forte e convincente, com base nos textos que o próprio ENEM trouxer como leitura de apoio e seu conhecimento de mundo. Abusem dos termos: "Segundo fulano de tal, De acordo com..., Com base na fala de... Através da leitura sobre..."


Vamos aos exemplos?






 Vejam mais em: http://www.lendo.org/modelo-introducao-conclusao-redacao-enem/